sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

AcreditO


Acredito que haja no amor eternidade, como cavalos brancos trovejando dentro das pedras, alados seres de asas cavadas que procuram a energia e luz daquela heroína das fábulas. Acredito que haja no espaço sideral um violino que ecoa na pele das estrelas, um parapeito onde o Universo se inclina para admirar a orla da Lua, sentença e doutrina, corda de um novelo colado à loucura…à procura da palavra Amar. Acredito na parábola dos olhos, aquelas bolhas que os astrónomos ignoram e ousam desvendar. Acredito que a gramática desmantelada é sombra do nosso segredo, gesto e memória, quando não é a treva que rutila numa desordem geral de traços e linhas indefinidas de um coração. Acredito que somos testemunhas do crime que cometemos, que por vezes, é nos árduo olhar para dentro e julgar o seu retratista. Acredito que muitos desconhecem a cor incendiada que mora num cabelo, incêndio que para mim, é como o primeiríssimo Sol, um vislumbre dentro de um sonho, formigueiro que se esconde sob os versos da língua ou sorriso que inflama o horizonte num eterno pôr-do-sol. Acredito que o amor jaz em toda a laje banhada pela maré, limo ou vincada alga à deriva da sua fé, que à soleira do sonho mora a vertigem, o avesso da mão que empurra a tristeza que ele deixa, que contrai e espreme num purpúreo gotejar de dor, preciso é, conhecer o principio e fim, manhã e noite, pétala e raiz para digerir lentamente este desamor. Acredito que os astros se apoderam do nosso corpo, um frasco com a nossa vida dentro e que a meio de um sonho se estilhaça noutra dimensão, talvez numa outra Lua, pétala ou até num prisma de cores em aluada explosão. Acredito que o amor é a máxima aceleração que sentimos no coração, mas sujeito está à incerteza do sentimento, quanto mais sabemos acerca da sua velocidade, menos sabemos da sua posição. É em tudo isto que acredito, mas isso sou eu…talvez um homem ou um Mago…talvez tudo e talvez nada….

12 comentários:

MEU DOCE AMOR disse...

Em tudo me vejo
No todo te vejo

Do Amor tenho a certeza
E que no selo do beijo
Saboreio a tua pureza.

Bela Magia de Encanto...

Um beijo doce Querido Mago

Eärwen Tulcakelumë disse...

"...Acredito que o amor é a máxima aceleração que sentimos no coração, mas sujeito está à incerteza do sentimento, quanto mais sabemos acerca da sua velocidade, menos sabemos da sua posição..."

Sábias palavras como sempre nobre Mago. Acredito que somos assim, sabemos tão pouco dos sentimentos...

Pérolas incandescentes de luz, com o desejo de um ano excelente meu amigo.

Eärwen
07.01.08

Maria Clarinda disse...

"...Acredito que muitos desconhecem a cor incendiada que mora num cabelo, incêndio que para mim, é como o primeiríssimo Sol, um vislumbre dentro de um sonho..."
Mais uma vez erdi-me pelos teus maravilhosos posts que nos fazem meditar e reflectir.
Jinhos

darkinha disse...

a esperança é sempre a ultima a morrer.. e se nao acreditarmos no amor nao teremos muita alegria...
por isso vamos lutar para que haja IRS(inicio de relaçoes sentimentais)

bjs

Bruxinhachellot disse...

Também acredito em tudo isso e em muito mais. Se és homem ou mago, tudo ou nada, também és vida e morte, criação de sonhos e sentimentos puros.

Beijos do fruto.

MEU DOCE AMOR disse...

Deixo um beijinho Querido Mago.

Espero.

XLS disse...

Amor...a força de um pranto, a saudade de um sonho...mais que sentir, é ser.

Sereia Azul* disse...

Partilho a tua crença, Mago dos Sonhos!
Acredito no AMOR, essa força que nos move e nos leva ao caminho perfeito da eternidade.

Mesmo que seja um sonho...ele preenche-nos a alma e faz-nos sorrir o coração.

É bom sonhar, enlaçada ao teu pensar...

Um abraço de brisa marinha*

Sereia Azul*

Helena Nunes disse...

Olá Mago retorno já melhorzinha depois de uma ausência forçada.
Nada como ler-te e ver que ainda acreditamos "que haja no amor eternidade, que haja no espaço sideral...à procura da palavra amar...que o amor jaz emtoda a laje..." etc
Mesmo que sejamos poucos a acreditar, o importante é que acreditamos e dizemos.
Bjos

MEU DOCE AMOR disse...

Nunca mais?

Já cá vim tantas vezes!

Onde estás Mago?

Beijinho doce

Branca disse...

Olá doce Mago!
Tantas saudades tinhas das tuas doces palavras...
Acredita hoje e sempre!
Eu acredito contigo...
Tantas saudades mesmo...

Beijos :)

MEU DOCE AMOR disse...

Mago?

O que aconteceu?

Procuro-te e não te encontro.Assim perco-me no caminho

Beijo